segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

CORREIO DO BRASIL: onde está você que não responde?

Chamem, o que passarei a escrever, do que quiserem: 
carta aberta aos correios; texto denunciando os correios do Brasil; artigo com críticas ao correio Brasileiro, etc;  não importa; o que quero, de verdade, é reclamar, publicamente, e de forma merecida dessa Empresa (vinculada ao Ministério das Comunicações e denominada de CORREIOS); para isso usarei como base minhas próprias impressões e experiências, além das experiências dos internautas no site reclame aqui e Google plus (G+ , mapas, endereços e reclamações).


(Elane) Classificação dos correios pelo site RECLAME AQUI



(por Elane) Recorte do google maps, foto e classificação Correios Recife

Reconhecemos que é muito trabalho, no entanto é um emprego público que depende da sociedade para sobreviver - imagine que nós decidamos não mais utilizá-lo por sua ineficiência? 

Muita gente deixaria de ter seu emprego, até porque os Correios não "empregam" servidores públicos, mas sim empregados públicos, aprovados em concurso, mas para trabalhar como celetistas, com contratos (distintos dos estatutários), podem, portanto, ser demitidos a qualquer tempo. 

Imaginem numa época dessa ficar sem emprego? 

Então, por que não prestar um bom serviço aos clientes, a sociedade num todo?

Sabotarmos os correios deixando de utilizá-los não seria algo fácil de se fazer uma vez que a referida empresa, como já dissemos, é pública, subvencionada pelo governo brasileiro e se mantém prestando serviço de forma "quase monopolizada"; todavia, se pelo menos deixarmos de enviar nossas encomendas por meio deles, e as empresas que vendem produtos pela internet fizerem o mesmo o lucro cairia, consideravelmente, e eles, certamente, repensariam a forma como tratam seus clientes.

A denúncia

Há uns três meses, mais ou menos, passei muita raiva com essa empresa.  

Um produto que comprei pela internet (originário de SP) tardou quase dois meses para chegar; quando chegou à Recife ficou lá na sede de distribuição,"parado", fazendo sei lá o que! Tive que ir ao seu encontro (por saber como funcionava, acordei cedo e ainda peguei fila no local); mesmo assim, por ele não se encontrar no local "certo" eu não pude trazê-lo; só dois dias depois a mercadoria chegou em casa.

Uma outra mercadoria que comprei, também há uns três meses, desta feita comprada num site originário de Blumenau (SC) demorou mais do que a anterior.  

Os objetos só haviam sido comprados porque chegariam com no máximo 20 dias (ainda para o natal e com muita sobra de tempo) mas chegaram só três dias antes do natal.

No entanto, eu havia planejado não estar mais no endereço da entrega; justamente comprei os "objetos" para levar de presente - viajaria no dia 17 de dezembro e ela (a mercadoria) era prevista para chegar dia 05 de dezembro, depois passou para 08 de dezembro, depois passou para 12 de dezembro e assim foi até que tive que viajar pois a passagem de avião já estava comprada para a referida data há muito tempo (muito antes de adquirir os produtos).

Felizmente, esse ano, planejei viajar para casa de meus pais sem meu marido.  Ele ficou em Recife pois não tinha férias e o recesso não era suficiente; essa foi a sorte de a mercadoria chegar e ele estar por aqui para guardá-la..., outra sorte foi ter o dono da casa que nos aluga trabalhando num salão de cabeleireiro na parte debaixo da casa.  

Desta forma, quando me deparei com o dizeres no site dos correios (onde se faz o acompanhamento das mercadorias): "tentativa de entrega falhada - não foi encontrado ninguém no endereço"....VI que, DESCARADAMENTE, os carteiros mentiam!

Como é que pode inserir uma data e horário de tentativa de entrega para um local que é público, está sempre aberto durante a semana e durante os sábados, e PIOR, sempre tem gente??? AQUI HÁ UM SALÃO DE BELEZA EMBAIXO; temos um muro alto, com cerca elétrica, câmaras de vídeo e tudo; quando os carteiros aparecem nos procurando, primeiro vão ao salão pensando que estaremos ali. 

Quando não estamos em casa quem recebe nossas correspondências é o proprietário desse salão ou sua esposa, que também são donos de nossa casa - portanto, foi fácil constatar que os carteiros mentiam e mentem!

Talvez, alguns dias da semana já estejam cansados, sem vontade de seguir entregando pacotes ou tenham algo particular para fazer, então decidem escrever isso em seus apontamentos...., como tem mais dois dias de "tentativa" aparecem no dia seguinte e "fica tudo bem", como se a gente nunca fosse descobrir!

Foi assim que constatei que todas as pessoas que estavam na fila comigo, o dia que fui reclamar e tentar retirar minha primeira mercadoria atrasada, falavam a verdade!  Infelizmente temos que admitir: "alguns dos carteiros, pelo menos os daqui de Recife, MENTEM, descaradamente"!  

Eu não fui a primeira a perceber isso; as pessoas (e eram muitas) que estavam na fila já diziam isto: que eles fingem que vão entregar mas não entregam; às vezes, até durante as três visitas obrigatórias - se o dono não souber que tem uma mercadoria para ele, vindo de algum lugar, correrá um grande risco de não recebê-la.

Lamentável termos gente trabalhando assim, sem comprometimento, sem responsabilidade!  Depois se vierem a perder o emprego não entendem o porquê!

No entanto, não são apenas os carteiros que agem de forma relapsa; os setores internos dessa empresa também não são grande coisa. 

Hoje, por exemplo, já faz 2 (dois) meses que um amigo da Espanha (de Aranjuez) me enviou 2 (dois) livros de sua autoria - muito aguardados por mim. Infelizmente essa pessoa mandou por correio simples, disse não ter nenhum código de acompanhamento internacional - falou-me isso depois de averiguar que demorava muito para eu me manifestar sobre a chegada dos livros.  Nesse caso não sei o que fazer pois sequer tenho comprovantes para reclamar.

Ficarei sem minha encomenda?  Não sei, aguardarei mais um pouco!

* Telefonemas quase nunca atendem: quem necessitar deve ter muita paciência e acima de tudo nada mais para fazer a não ser ficar "discando" até que, por sorte, desocupem ou voltem com o fone para o "gancho"!

* Emails que são enviados diretamente pela página dos correios na WEB, nem espere retorno pois não terão - isso em nível nacional!

* O único atendimento que funciona mais ou menos é o presencial. Desde que a pessoa chegue cedo para receber "senha", os correios centrais aqui de Recife te respondem, e se a tua encomenda estiver na "boca" para ser entregue ao carteiro para distribuição tu a receberás antes.  No meu caso ela ainda estava "perdida", em tramite lá dentro nas esteiras, assim foi impossível recebê-la quando da minha ida até eles.

Enfim, o que podemos perceber de tudo isso é que não é fácil depender dos correios quando se tem pressa; apesar de quase sempre chegar o que compramos e/ou enviamos, o serviço parece mover-se de jegue e com um certo descaso. Entendemos que se o monopólio das correspondências e encomendas acabasse, o setor, e especialmente nós, os clientes, só teríamos a lucrar! Apesar de ser uma Empresa regida por Lei, e vinculada ao Ministério das Comunicações, o governo brasileiro poderia abrir mais espaço para terceiros, particulares (iniciativa privada) - seguramente trabalhariam de maneira mais competente e competitiva e assim nos "salvaria" dessa falta de comprometimento com a sociedade que hoje há.

Autoria por: Elane F. de Souza (Advogada, Administradora e Autora deste Blog.)

*A figura e foto são recortes dos sites relacionados












Postar um comentário